9.3.08

Manifestação: Mais de Cem Mil Professores... Eu Estive Lá

Obrigada Srª. Ministra...
Muito Obrigada... mesmo, mesmo, mesmo...
A Srª. conseguiu o que nunca se tinha visto!!!! Em 19 anos de serviço nunca tinha sentido e visto tanta união na classe docente... NUNCA!!!!

Eu estive lá!!!
Já não me manifestava desde o tempo da Faculdade, quando lutei pelo Ramo de Formação Profissional... e vencemos!!! Tenho uma licenciatura de quatro anos, Srª. Ministra, mais dois anos de Ramo de Formação Educacional. São seis anos de formação académica, Srª. Ministra!!!
E garanto-lhe que fui avaliada sempre... E em 19 anos de ensino nunca deixei de ser avaliada... Os professores estão constantemente expostos e por isso estão a ser constantemente avaliados e não têm medo da avaliação!!! Está enganada se pensa que tememos ser avaliados... Está enganada se julga que estamos mal informados... Não estamos. Não somos nem analfabetos nem incompetentes Srª. Ministra, não é a senhora que vem agora descobrir a pólvora, por razões meramente economicistas e apontar-nos como maus profissionais!!!!Eu estive lá porque estou informada e indignada!!!
E estiveram lá titulares, professores no activo, professores reformados - igualmente revoltados porque conhecem bem a realidade escolar, no terreno, não nos gabinetes da tutela... Estiveram lá presidentes de conselhos executivos, de assembleias de escola, professores do 1º, 2º, 3º ciclos e secundário, professores do ensino superior.... Estamos todos na mesma luta... não seja cega e surda!!!!
O Governo ainda não percebeu que pelo menos 100 mil votos já perdeu para as próximas eleições??? Mas perdeu, e vai perder muitos mais...
Eu estive lá!!!
Senti a união dos meus colegas de trabalho... senti consciência, razoabilidade... Queremos ser avaliados, já o éramos, mas não nesta burocracia preversa e neste modelo injusto, penalizante e economicista...
Convidaria a Srª. Ministra a vir a uma escola real, dar aulas por uma semana... e talvez nem dois dias aguentasse... Nas cadeiras confortáveis do Ministério, nos gabinetes, não se conhece a realidade escolar, Srª. Ministra!!!! Os professores são verdadeiros parceiros, amigos, psicólogos, confidentes, orientadores profissionais, "amas secas", assistentes sociais, pais, mães, irmãos... sabia???
A Senhora sabe que a chamada componente não lectiva não chega nem para planificar??? quanto mais para corrigir testes, trabalhos de grupo, individuais, portfólios... preparar aulas e materiais, realizar reuniões infindáveis, organizar eventos dentro da escola, participar em actividades de enriqueciemento curricular, ler legislação, fazer testes, fichas formativas, documentos de apoio para os alunos, Power Points, esquemas-síntese... e eu sei lá que mais!!! Sabe lá a Senhora!!!! Não sabe!!! É a Senhora quem não sabe!!!! Garanto-lhe!!!! Sabe quantos fins de semana por ano lectivo um professor descansa??? NENHUM!!!!
Eu estive lá, na manifestação!!! E lutarei até onde puder, civicamente.
Olhe Srª. Mnistra, foi muito aconchegante sentir o apoio dos transeuntes ao longo de toda a marcha, com palavras de carinho e força, com gestos amistosos: homens, mulheres (era o dia da mulher), jovens, alunos, pessoal auxiliar de acção educativa, avós!!! Sensibilizou-me um avô que genuinamente esteve ali, com um simples cartaz onde dizia que tinha um neto a estudar na escola pública e que confiava nos professores, mas não confiava nem na burocracia, nem na Srª. Ministra!!! Foi tocante!!! Fotografei. Colegas de cadeira de rodas, estiveram lá!!! Chegaram mensagens de apoio de todo o país, de associações de estudantes, de professores espanhóis... somos muito mais que cem mil... é o país inteiro, o país informado e sensato, que está connosco. Quem sabe o que trabalhamos, o empenho com que o fazemos, os sacrifícios que fazemos, o tempo que roubamos à família para trabalhar para a escola, para os nossos alunos....
E a senhora foi avaliada... sabia??? Mas foi chumbada!!!!! Não tenha dúvidas, não mostre esse ar impávido e sereno, intocável, de quem tem toda a razão... porque não tem, e não ficará bem com a sua consciência enquanto perseguir os professores... enquanto não entender que o processo ensino-aprendizagem é bilateral e que não podemos ser penalizados porque um aluno não quer estudar, ou não tem capacidades para atingir os objectivos mínimos, as competências mínimas... a avaliação tem que ser realista e justa, transparente e objectiva, tanto quanto pode. Eu sou a mesma professora mas tenho alunos a quem avalio com 18 e com 06 valores, dentro da mesma turma, os critérios de avaliação são os mesmos para ambos, as oportunidades, apoios, estratégias e materiais diversificados estão ao dispôr de todos... tenho que ser justa!!! Ou não???
Junto imagens, que palavras já chegam.....
Algumas imagens prometidas!!! Quando tiver tempo divulgo mais!!!!
Agora Estou a avaliar os meus alunos, com a melhor justiça possível!!! Depois vou submeter-me a uma pequena cirurgia, em altura não lectiva para não faltar às aulas.... Ah pois...

video